23 de fev de 2011

Bebado Fora de Série

Fim de Semana, carnaval e muitas festas, muitas e muitas festas... afinal Existe Sempre aquela turma que não alivia na bebida. E muitos de nossos colegas se tornam Malucos.. fora de si... Chatos... Engraçados.. Sem noção.. mas aquele bafão de alcool e cachaça sempre continua....
E sempre tem um pessoal paciente que tem que carrega-los.. dar banho.. cuidar.. etc...
Se você for um destes então ajude meu pai, um eximio Alcolatra... a chegar em casa depois de uma noite Tenebrosa D:

17 de fev de 2011

Os beija-flores

Os beija-flores ou colibris são considerados os menores pássaros do mundo. Estes animais possuem uma plumagem colorida e brilhante, que da impressão de estar sempre mudando de tonalidade a cada pequeno instante. Alguns colibris são comparados com pedras preciosas, como o rubi ou a esmeralda, e outros são comparados até com o raio de sol. Sua velocidade e agilidade são seus pontos mais marcantes. Apesar de ser um animal tão pequeno, sua agilidade o permite fazer muitas façanhas e até mesmo enfrentar animais cem vezes maiores que o seu tamanho.

Para atrair os beija-flores, é normal colorem nas casas as famosas garrafinhas com água e açúcar. Apesar de ser um método muito atrativo a estes animais, a variedade de flores em um jardim também é muito importante, pelo fato de o néctar das flores favorecer na saúde destes animais, devido a oferta de sais minerais, proteínas e vitaminas, além de atrair alguns insetos, sendo um importante complemento alimentar. Apenas água com açúcar pode causar uma deficiência nutricional.

Por ser um animal de pequeno porte, o beija-flor aparenta não se alimentar muito. Mas é ai que nos enganamos. Apesar da sua pequenez, este pássaro é um grande comilão. Eles gastam uma grande quantidade de energia, pois estão sempre se movimentando, e suas asas, por exemplo, batem cerca de setenta vezes por segundo. E para poder repor toda essa energia perdida, eles estão sempre sugando as flores.

16 de fev de 2011

Qual a diferença entre o sapo, a rã e a perereca?

Muitas pessoas não conseguem distinguir esses animais e acabam se confundindo, mas na realidade, eles possuem muitas diferenças, tanto físicas quanto no seu comportamento, sua única semelhança morfológica é que ambos são classificados como anuros, ou seja, anfíbios que não possuem rabo.

O sapo nasce na água, mas prefere viver em terra firme e só volta para água, quando é para reproduzir, tem mais do que 1 cm e pode chegar até 25 cm de comprimento. Esse anfíbio tem cerca de 300 tipos de espécies diferentes, todos com tamanhos, cores e formas diferentes. Ele tem uma aparência bem estranha, a pele é cheia de rugas e verrugas. Com suas pequenas pernas, consegue dar alguns pulos pequenos e desajeitados. O sapo libera veneno que pode irritar nossos olhos e as mucosas, tudo por causa de suas glândulas dorsais. Mas eles só expeliram esse líquido se for pressionado.

Já a perereca, é muito mais encontrada nos galhos das árvores, pois tem uma grande habilidade para pular e a rã, é o mais aquáticos desses anfíbios, preferindo sempre as lagoas. Ela não tem mais de 10 cm e já foram encontradas mais de 700 espécies diferentes de pererecas. Na maioria das vezes a perereca tem um tamanho inferior a de um sapo ou de uma rã e sua principal característica são os olhos esbugalhados. Com suas pernas finas e longas, são grandes saltos, algumas espécies chegam a dar pulos de 2 m. A perereca tem grande facilidade de subir nas árvores não só pelo seu poderoso salto, mas também pelas ventosas que possui nas pontas dos dedos, assim, ficando mais fácil de se prender aos vegetais.

A rã é o mais aquático dos três anfíbios e é mais encontrada nas lagoas, as menores tem cerca de 10 cm e as maiores podem chegar a 30 cm. Já foram registradas mais de 4 mil espécies de rãs. Em vários países, a rã é usada na culinária, e é pago um bom preço pelo anfíbio. Sua pele é brilhante e lisa e ela possui pernas longas que correspondem a mais da metade do seu tamanho total. A maioria delas tem membranas nas patas traseiras, que as ajudam a nadar.

7 de fev de 2011

Não Importa o quanto entramos na era Digital, sempre iremos precisar Dele


Em um momento de solidão mórbida e um desgaste estomacal tive que me ausentar do meu leito e me contorcer até encontrar o lar, o trono onde a sua vida é escrita em pensamentos e ideais, aahh!! Abomináveis idéias...

E la conforme ia dito, entrei em transe profunda, cheguei a dormir. E pensei, como antigamente as grandes nações cuidavam de sua higiene Anal já que o papel e as folhas eras ásperas, algo que me deu ojeriza e consequentemente assaduras, e como antigamente também não havia Hipoglos, faria com que as pessoas andassem na maioria das vezes de pernas esgaçadas, cagadas e com um odor tremendo. O momento em que o papel Higiênico, um nome criativo, foi criado o mundo passou a Evoluir... a cuidar de sua saúde, adquirir postura e poderia andar como modelos, passos a frente, sem assaduras. Porem esse tal indispensável utensílio domestico tinha preços Exorbitantes, a qual a grande nobreza usufruia. ou seja... então as grandes princesas ou príncipes nunca iriam se encantar por plebeus ou plebéias.. pois os mesmos continham odores horríveis, e o passo de um homem cagado não é nada agradável. Assim eliminando contos de fadas.

Talvez se não fossem os malditos chineses, que hoje só inventam tranqueira e porcaria que estraga em menos de uma semana, terem inventado o ilustre papel higiênico hoje ainda estaríamos em um colapso pessoal, tendo o conformismo olfatorio adiante.

Hoje em dia há papeis dos mais variados cheiros, sabores e texturas.. para uma Bunda limpa e saudavel. E apesar de estarmos entrando na era digital e eliminando a caligrafia, ainda precisaremos dele o grande PAPEL HIGIÊNICO.

Gente que Tem Tempo Ocioso demais